Colônia de Férias – Projeto Semente

Colônia de Férias

imagem-630x300

O Projeto Semente nasceu na FazendaTrês Lagoas, proxima à cidade de Ubaíra, distante 260 km de Salvador, no Estado da Bahia, e tem como objetivo atuar no crescimento e desenvolvimento humano. Foi criado em 14 de setembro de 1995 por Antônio Presídio e Ana Rici. Projeto Semente Acontece sempre no mês de janeiro, para crianças e adolescentes entre 7 e 15 anos. Além de todas as atividades normais de uma Colônia de Férias, oferece também uma boa oportunidade de crescimento, através de vivências com a natureza em visitas a áreas de reflorestamento, matas e nascentes. Trabalhos na terra (horta, pomar, jardinagem ). Socialização com a comunidade local. Meditação duas vezes ao dia. Turismo Ecológico O Projeto Semente está aberto durante todo o ano e atende a qualquer público: escolas, empresas, turistas, grupos terapêuticos, andarilhos. No momento de sua chegada ao Projeto Semente, você recebe um mapa do tesouro. Nele você encontrará, dentre as diversas variedades de árvores, uma espécie que ficará sob seus cuidados durante toda a estada.

Fonte: http://www.bahia.com.br/roteiros/colonia-de-ferias

Share
Publicado em Notícias, Turismo | Deixar um comentário

Caminhos do Jiquiriçá

Caminhos do Jiquiriçá

Rodadagua

Cachoeiras, rios, morros, flora e fauna exuberantes vêm despertando o interesse de inúmeros visitantes, desde os que buscam contato com a natureza àqueles que se voltam para a prática de esportes radicais.

A região da Bacia do Jiquiriçá localiza-se a cerca de 150 km a oeste de Salvador. Além da agricultura, sua principal base econômica, o turismo tem se revelado uma importante alternativa de geração de renda para os municípios dessa Zona Turística, onde a presença de cachoeiras, rios, morros, flora e fauna exuberantes vêm despertando o interesse de inúmeros visitantes, desde os que buscam contato com a natureza àqueles que se voltam para a prática de esportes radicais e de aventura, como cavalgadas, trekking, canoagem e pesca. O patrimônio histórico/cultural da região também é rico e diverso e o seu artesanato feito com esmero, tudo isso conformando uma oferta turística capaz de atrair fluxos regionais interessados em interagir com a natureza e a cultura local.

A exemplo do que ocorre em outras regiões baianas, onde o turismo rural encontra ambiente sociocultural bastante favorável à sua expansão, especialmente naquelas propriedades onde os recursos naturais – como matas nativas, nascentes e rios – se mantêm preservados, no Vale do Jiquiriçá ainda podem ser encontradas fazendas que conservam traços marcantes de uma época em que a economia agrária era predominante na estrutura produtiva do Estado. Essa modalidade de turismo constitui uma importante alternativa de fonte de renda para o produtor rural.

A Zona Turística Caminhos do Jiquiriçá é composta por dois circuitos: o circuito Vale do Jiquiriçá, que compreende os municípios de Amargosa, Cravolândia, Elísio Medrado, Jiquiriçá, Laje, Milagres, Mutuípe, Santa Inês, São Miguel das Matas, Ubaíra e Itiruçu; e o circuito Recôncavo Sul, formado pelos municípios de Castro Alves, Conceição do Almeida, Cruz das Almas, Dom Macedo Costa, Santa Terezinha, Santo Antônio de Jesus, São Felipe, Varzedo e Itatim.

Fonte: http://www.bahia.com.br/destinos/caminhos-do-jiquirica

Share
Publicado em Notícias | Deixar um comentário

Em busca do verde e da vida tranqüila do campo

Iracema Chequer / Agência A Tarde

Além do encanto da Serra da Jiboia, bromélias tomam conta da vista nos caminhos do Vale do Jiquiriçá

A região do Vale do Jiquiriçá é um verdadeiro mosaico, onde as belezas naturais têm tudo para atrair os baianos e visitantes de outras regiões do País. Orquídeas de várias espécies, cachoeiras, nascentes de rios, recantos bucólicos, serras e muito verde compõem o cenário do turismo rural neste trecho que ainda pertence ao Recôncavo baiano e que inclui Amargosa e Santo Antônio de Jesus.

As duas cidades, portanto, são ideais para quem busca a simplicidade e a tranqüilidade da vida no campo. Além de serem boas opções de viagem de carro, ou de ônibus, para quem deseja sair de Salvador, por exemplo, durante o fim de semana prolongado do feriado santificado de 12 de outubro, Dia de Nossa Senhora Aparecida – padroeira do Brasil. Um destino que garante ao visitante dias bem relaxantes, com passeios ecológicos, banhos de rio e cachoeira, passeios a cavalo e em charretes, e, principalmente, revigorantes caminhadas.

Este é o cenário onde se encontram, também, os inúmeros hotéis-fazenda da região que se adaptaram facilmente à grande opção econômica do Vale do Jiquiriçá, que é o turismo rural, aliado de sempre do ecoturismo. A viagem por esta parte do Recôncavo é garantia de prazer visual e muita distração. Um roteiro que por certo vai cativar o visitante da cidade grande, tão carente de espaços abertos, de verde e da tranqüilidade oferecidos pela vida no campo. Agora é se programar.

O próximo feriadão, de 12 de outubro, seria uma boa opção de à região do Vale do Jiquiriçá. Pode escrever: o lugar é um verdadeiro mosaico da natureza, onde o verde das montanhas e dos vales predomina. Afinal de contas, as belezas naturais desta vasta região da Bahia têm tudo para atrair os baianos e visitantes de outras regiões do País.

Fonte: Cristina Santos Pita e Redação | Sucursal Santo Antônio de Jesus – Jornal Atarde

Share
Publicado em Notícias | Deixar um comentário